Quarta, 15 de fevereiro de 2017 às 09:34

Veículo da Copel é destruído pelo fogo durante protesto em Salto Caxias


Uma caminhonete da Copel foi completamente destruída pelo fogo durante a manifestação dos atingidos pela Usina de Baixo Iguaçu em Salto Caxias, no início da noite desta terça-feira (14). 

Os manifestantes iniciaram a mobilização em Capitão Leônidas Marques, por volta das 13h, em frente ao Fórum Municipal, pedindo a intervenção do Ministério Público nas negociações das indenizações. 

No fim da tarde, por volta das 17h, aproximadamente 50 pessoas fecharam a PR 592, que liga Capitão Leônidas Marques e Nova Prata do Iguaçu, que dá acesso a entrada da usina de Salto Caxias.   A outra usina foi palco da manifestação visando pressionar a Copel que tem partes também na Usina em construção.

Segundo a PM (Polícia Militar), que acompanhava a situação, a caminhonete Ranger da Copel estava parada no local devido ao bloqueio. Ao retornar, a equipe viu os manifestantes correndo e a caminhonete já em chamas. 

Os suspeitos quebraram o vidro traseiro e atearam fogo no interior do veículo. O Corpo de Bombeiros de Capitão foi acionado, mas a caminhonete já havia sido consumida pelas chamas. 

Com a situação, os manifestantes dispersaram do local e liberaram o trecho. Alguns veículos envolvidos foram identificados e o caso deverá ser investigado.  A Policia Civil vai investigar e apurar  quem foi o responsável por atear fogo no veiculo da Copel.
Os agricultores atingidos protestam pela demora e a falta de acordo com o consórcio responsável pela obra da usina. Em 2016, diversas reuniões foram feitas, com participação do Governo do Estado, mas nenhum acordo foi firmado. 

Fonte: Catve.com / Interativa

Veja também: