Sexta, 14 de julho de 2017 às 11:19

Calor se despede e dá espaço ao frio com previsão de Neve


Para alguns a notícia é boa, mas aqueles que não "curtem" um friozinho a novidade não é tão agradável assim. Vem frio por aí.
Conforme o Simepar, as mudanças nas condições do tempo acontecem já no início da próxima semana, isto porque a partir de amanhã uma frente fria começa se organizar entre a Argentina e Uruguai.
Ainda segundo o sistema de meteorologia, a próxima semana será a mais fria registrada desde o início do inverno, com temperaturas abaixo de zero, principalmente no sul do Paraná. Palmas e General Carneiro devem registram mínima de -3 graus. Por isso, prepare o cobertor, tire os casacos do armário.



A Região Sul do Brasil poderá ter neve novamente este ano. A possibilidade está sendo considerada por causa da forte onda de frio prevista para o país a partir do dia 17 de julho, que vai fazer a segunda quinzena de julho começar gelada. A temperatura volta a despencar no Sul, em muitas áreas do Sudeste, do Centro-Oeste e o ar polar vai chegar a Rondônia e ao Acre.

Neve

A grande sensação desta nova massa de ar polar sem dúvida será a neve. Desta vez, as condições para a ocorrência do fenômeno são mais consistentes do que no dia 9 de junho, quando se observou o primeiro evento de neve na Região Sul no outono/inverno de 2017.

A previsão de neve é apenas para o dia 17 de julho de 2017, segunda-feira. A possibilidade de neve, ou de fenômenos como chuva congelada, é considerada para as áreas de planalto e serra do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. A chance de neve existe até para cidades de menor altitude da serra gaúcha. O sul do Paraná também tem chance de ter neve ou chuva congelada, porém a chance é menor do que nos demais estados do Sul. Não se pode descartar também a chance de nevar em áreas mais baixas no sul do Rio Grande do Sul, em regiões próximas da fronteira com o Uruguai e também em território uruguaio.

Fonte: Catve/Climatempo

Veja também: